domingo, 24 de janeiro de 2010

Sai da minha aba, sai pra lá!



Todo mundo conhece ou já conheceu, uma pessoa assim pegajosa, grudenta...Que tem ciúmes em excesso, muita necessidade de companhia, crises de birra e um gigantesco sentimento de posse, não é mesmo? E isso acontece com a família, namorado, amigos, e até com desconhecidos.

Na vida familiar, muitas vezes o pai ou a mãe gruda no filho. Não permite que ele se desenvolva, o inibe, domina e controla.

No campo das amizades, amigo grudento é uma verdadeira “mala". Cobra atenção, presença, só deseja receber, nem sempre gosta de doar e ouvir.Um tremendo chato!

No amor então, a pessoa grudenta é um perigo! Sufoca, controla, determina.Das duas uma, ou ela é mandona ao extremo, ou então, submissa demais. Anula-se completamente satisfazendo todos os desejos e caprichos da pessoa amada. Percebe, aos poucos, que seu comportamento afasta a pessoa amada.Um horror!

E aqueles que mal conhecemos, e já vão apoiando no ombro da gente com a maior intimidade, dá aquele famoso tapinha nas nossas costas, quando já não estão te abraçando, falando que te ama sem ao menos estarem bêbadas.Esses são os pegajosos intolerantes, que dá vontade de falar pra ele: Oi se toca, eu não sou rica, muita menos pop, então o que você quer de mim?

Se você conhece alguém assim pode ter certeza ele tem carência, e das graves.Uma carência fora de medida,onde ele tem medo de ficar só ou de não ser aceito. Isso tira a paz interna e também prejudica o bem-estar de quem está por perto, porque é difícil conviver com uma pessoa pegajosa demais e que não para de fazer cobranças.
Se pintar em sua vida uma pessoa assim você pode fazer três coisas, sumir e deixar seu amigo na mão, fingir que não liga e alimentar o comportamento pegajoso, ou tentar ajudá-lo a superar o problema. São poucas as pessoas com coragem para encarar a situação e reclamar das chantagens de um carente. Mas se você encarar e ajudar essa pessoa normalmente os resultados podem vir a serem satisfatórios.


Agora e você? Você gruda nas pessoas igual a um chiclete? Insistente. Invade espaço. Quando está apaixonado, tenta controlar a pessoa amada? Liga várias vezes ao dia. Cobra. Pede. Reclama. Queixa-se a todo o momento? Pede sua companhia.Então meu amigo se ligue!


Isso é insuportável, ninguém gosta!

Se esse não é o seu caso, mas você conhece alguém desse tipo diga bem alto pra ele: Sai da minha aba, sai pra lá!


Beijinhos...

5 comentários:

  1. Oi ! Amei o post e o blog é muito bom ! To te seguindo, passa lá e me segue tbm ! :}
    (Whats Up?)

    ResponderExcluir
  2. Pois ehh ... odieo pessoa grudenta.. antes eu era menos direta ai nego ficava grudadooooo.. hoje em dia já saio de perto p num deixar á pessoa ter espaço.!!

    Depois passa no meu
    www.deolhonoglamour.blogspot.com
    ]=*

    ResponderExcluir
  3. já tô te seguindo!!!! Amei! me segue também?

    ResponderExcluir
  4. Pessoas assim é realmente um saco!
    Ninguém gosta de ser sufocado e chega uma hora em que a paciência se esgota! Eu tenho um texto parecido no meu blog com o titulo de "amigo mala" que cabe perfeitamente no seu texto, eu não tenho nenhum amigo mala ok? É só ficção... Mas pra falar exatamente sobre o quê acaba com o que poderia ser o inicio de uma grande amizade!

    Adorei o seu blog, já estou seguindo! Bjs...

    ResponderExcluir
  5. Adorei o blog e o texto... è realmente insuportável ter alguém chiclete por perto. bjo

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget